Calendário eleitoral já proíbe distribuição de bens e benefícios

Por Erivan Camara 03/01/2018 - 08:39 hs

O ano eleitoral já impõe restrições a possíveis candidatos e ocupantes de cargos da administração pública. Desde segunda-feira, primeiro dia do ano, está proibida a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte de todos os governos (exceto nos casos de calamidade ou programas sociais já previstos em lei). Ou seja, políticos estão impedidos, por exemplo, de distribuir óculos, dentaduras ou cestas básicas.