PF desmantela esquema de corrupção no Ibama

Diretor do órgão foi preso por envolvimento em extorsões a empresas e pessoas físicas

Por Erivan Camara 01/02/2018 - 13:33 hs

A Polícia Federal deflagrou a “Operação Corrupião” nesta quinta-feira (1º) em Mossoró, região Oeste do estado. A ação investiga o chefe da unidade do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) por corrupção.

Aproximadamente de 10 policiais federais cumpriram dois mandados expedidos pela 10ª Vara da Justiça Federal/RN, sendo um de prisão preventiva contra o acusado e outro de busca e apreensão na sede do órgão federal.

A investigação teve início em outubro de 2017 quando o IBAMA recebeu denúncia formulada por um pescador dando conta de que o chefe da unidade teria solicitado propina para que ele não fosse autuado durante um processo de fiscalização do órgão.

Acionada, a Polícia Federal entrou no caso e iniciou as investigações e descobriu todo um esquema de extorsões que eram praticadas pelo gestor contra pessoas físicas e jurídicas de outras cidades do Alto Oeste Potiguar.

A PF realizará uma coletiva às 10h30 desta quinta-feira (1º) em sua sede de Mossoró. O nome da operação faz referência a um conhecido pássaro encontrado na região de Caatinga.