LAVA JATO MIRA PROPINA AO GRUPO DE TEMER, QUE DILMA CORTOU

LAVA JATO MIRA PROPINA AO GRUPO DE TEMER, QUE DILMA CORTOU

Por Erivan Camara 08/05/2018 - 10:23 hs

O foco da 51ª fase da Lava-Jato foi uma propina de 5% paga ao MDB num contrato internacional da Odebrecht de US$ 825 milhões, na Petrobras – ou seja, nada menos que R$ 144 milhões; segundo o delator Márcio Faria, a propina arrecadada pelo lobista João Augusto Henriques, que está preso em Curitiba, foi decidida numa reunião que contou com a participação direta de Michel Temer; pouco depois de assumir o governo, a presidente legítima Dilma Rousseff cortou em 43% este contrato da Odebrecht na Petrobras – e por isso mesmo foi deposta no golpe dos corruptos continua>>>