Em memorando, diretor da CIA diz que Geisel autorizou execução de opositores durante ditadura

Informação está em documento tornado público recentemente pelo governo americano.

Por Erivan Camara 11/05/2018 - 09:58 hs

Em memorando, diretor da CIA diz que Geisel autorizou execução de opositores durante ditadura
O então presidente da República Ernesto Geisel durante evento em São Paulo em novembro de 1978 (Foto

Um memorando secreto da CIA diz que o general Ernesto Geisel, presidente do Brasil entre 1974 e 1979, sabia e autorizou execução de opositores durante a ditadura militar.

O documento, de 11 de abril de 1974, foi elaborado pelo então diretor da CIA, William Egan Colby, e endereçado ao secretário de Estado dos EUA Henry Kissinger. Tornado público recentemente pelo governo americano, ele foi revelado pelo pesquisador Matias Spektor, da Fundação Getulio Vargas (FGV) continua>>>