Governo convoca 384 professores para compor quadro efetivo

Professores convocados foram aprovados em concurso público realizado em 2015

Por Portal no Ar 20/06/2018 - 16:27 hs

O Governo do Estado anunciou a convocação de 384 professores para integrar o quadro efetivo da Secretaria de Estado de Educação e Cultura (SEEC). A chamada foi feita através da edição desta quarta-feira (20) do Diário Oficial.

Os professores convocados foram aprovados em concurso público realizado em 2015. As vagas são para diversas áreas de ensino. Entre elas, pedagogia, física, química, ciências biológicas, língua portuguesa, matemática, artes, língua inglesa, língua espanhola e história. Confira a lista de convocados.

De acordo com o Governo do Estado, os professores convocados devem passar por exames médicos antes de assumirem seus postos de trabalho. Os candidatos precisam apresentar atestado de sanidade mental, válido por 30 dias; hemograma; glicemia em jejum; sumário de urina com sedimentoscopia; parasitológico de fezes. Esses documentos devem ter validade de 90 dias. Também é necessário portar eletrocardiograma com parecer de um cardiologista e o raio x do tórax e PA e perfil com laudo de radiologista. Gestantes precisam apresentar laudo de ginecologista atestando estarem isentas dos exames de radiologia.

Para homens convocados com idade acima de 45 anos, é obrigatório a apresentação da dosagem PSA. Mulheres na mesma faixa etária devem dispor de mamografica com parecer de médico mastologista e laudo de citologia oncótica com parecer de médico ginecologista.

Ainda será feita a inspeção médica admissional, realizada pela Comissão Permanente de Inspeção Médica Oficial, com sede na SEARH/RN, no Centro Administrativo, em Natal. O atendimento deve ser agendado através do telefone (84) 3232-1056 no horário de 8h às 12h.

Além disso, conforme previsto em edital, os convocados precisam apresentar o diploma de conclusão de curso com habilitação para o cargo e documentos pessoais. O candidato ainda deve dispor de conta bancária e agência em nome do titular da conta (no Banco do Brasil), certidão negativa de antecedentes criminais expedida pela Justiça estadual e federal, assim como pela Polícia Civil da localidade de residência nos últimos cinco anos, e cópia da carteia de inscrição no Conselho Regional de Educação Física, para convocados da área.