Semarh usa drone para monitorar áreas de preservação de açudes do Estado

Por Robson Pires 21/06/2018 - 15:04 hs

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) começou a usar drones para monitorar as Áreas de Preservação Ambiental (APP´s) dos açudes do Estado. O objetivo principal do trabalho é verificar se existem construções irregulares e se as áreas se encontram com algum grau de desmatamento.

A equipe de geoprocessamento da Coordenadoria de Gestão da Semarh já visitou Novo Angicos, em Angicos, Pataxó, em Ipanguaçu, e Boqueirão de Angicos, em Afonso Bezerra e esta semana está em campo produzindo imagens aéreas no entorno dos açudes Bodó, em Tenente Ananias, Apanha Peixe, em Caraúbas e na Barragem de Lucrécia.

O Secretário Mairton França explica que o trabalho foi iniciado nos reservatórios que estão prestes a serem recuperados pelo Projeto Governo Cidadão, mas que a ideia é expandir para todos os outros que o Estado acompanha a situação. “Essa ferramenta agiliza a obtenção de dados e fornece mais segurança à emissão de laudos” Destaca o Secretário.

A APP é uma área localizada a 300 metros a partir do espelho d’água de cada reservatório, considerando sua cota máxima. As ações estão sendo desenvolvidas em parceria com a Companhia Independente de Proteção Ambiental (Cipam) e técnicos do Projeto Governo Cidadão.