Posse de Bolsonaro terá mísseis antiaéreos e 3.200 policiais

Público que for à cerimônia deverá ficar atento às restrições: carrinhos de bebê, bolsas e garrafas estão proibidos. Serão 4 barreiras de revistas


posse do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) na terça-feira (1º)vai contar com um dos maiores esquemas de segurança da história. Pela primeira vez, serão utilizados dois mísseis antiaéreos guiados a laser capazes de abater aviões a até 7 km de distância.

Mais de 20 aeronaves da FAB (Força Aérea Brasileira) vão fazer rondas em Brasília durante o dia da posse. Além disso, também será usado um radar portátil para identificar aeronaves que estiverem voando a baixa altitude.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, a Esplanada dos Ministérios deve receber de 250 a 500 mil pessoas para a posse. Para isso, mais de 2.600 policiais militares trabalharão no local.

O forte esquema de segurança vai contar ainda com ações conjuntas de órgãos federais e distritais: Exército, Polícia Federal, Secretaria da Segurança Pública, polícias militar e civil, Corpo de Bombeiros e Detran. Com isso, serão mais de 3.200 policiais militares, civis, federais e bombeiros, além de integrantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica ver mais....