O processo é seu

Por Dr. Charles Marques 17/08/2017 - 22:52 hs

Pergunta:

Contratei um advogado para uma causa contra o estado. Ele cobrou 20% no fim da causa. Já se passaram 2 anos e nada. Eu posso trocar de advogado? O que devo pagar? Como devo proceder?

Ótima pergunta, Mara Cabral! Antes de responder é importante lembrar que nosso objetivo aqui é meramente informativo, buscamos explicar de forma mais simples possível para a compreensão dos leigos na área.

Passemos às respostas: Primeiro você precisa saber que em um processo judicial, o dono do processo é o cliente, não o advogado, é dele o poder de ser representado por quem quiser e tiver confiança, mas o profissional também tem o seu direito resguardado na legislação. Em outras palavras, a qualquer momento você pode mudar de advogado, mas antes é preciso que você entre em contato com o advogado, pois entre vocês pode haver um contrato que precisa ser cumprido.

Depois que verificar com o advogado se o contrato prevê a sua substituição você deve comunicar a ele o nome do seu futuro advogado, pois o antigo precisa protocolar no processo uma petição chamada “substabelecimento”, que significa a transferência de poderes entre profissionais.

Os valores pagos ao antigo advogado dependerão do que prevê o contrato, de qual fase se encontre o processo, do que efetivamente o advogado fez pelo processo. Resumindo: o valor a ser pago ao advogado que está saindo do processo dependerá de uma conversa com ele antes de retirá-lo de cena.

Como proceder: converse com o advogado atual, mostre suas intenções de mudar de representação no processo, peça para que ele faça o SUBSTABELECIMENTO, informando a ele os dados do seu novo advogado e pronto, você já estará com um novo representante.

Ficou mais alguma dúvida? Tem novas dúvidas ou sugestões de matérias jurídicas? Fale com a gente no email CONTATO@MONTEIROMARQUESADV.COM